Capa_A arte da harmonizar
28
dez

A Arte de Harmonizar com Cerveja

Harmonizar pratos com cerveja não é só criar uma experiência gastronômica valiosa como também vivenciar uma obra de arte.

Vinho X Cerveja

Já sabemos que harmonizar vinho tinto ou branco é possível e de diferentes maneiras. Com a cerveja não é diferente e é bem mais fácil do que parece. Existem algumas características presentes apenas nas cervejas como a carbonatação, e uma ampla variedade de aromas e sabores vindos da combinação de maltes, lúpulo, adjuntos e outros ingredientes, que dão um toque mais que especial às harmonizações.

Como harmonizar com cerveja

Que atire o primeiro lúpulo quem nunca tentou inventar uma harmonização, mas nem sempre o inusitado pode agradar o paladar. Conversei com a Fabiana Arreguy, que é jornalista, sommelier de cerveja, jurada de concursos de cerveja, colunista da Rádio CDL – 102,9 FM, do Jornal Estado de Minas e responsável pela Rádio Pão e Cerveja. Segundo ela, o maior erro é considerar apenas um atributo, tanto na bebida, quanto na comida.

Fabiana ainda dá dicas para quem quer ter sucesso nas harmonizações. “Estudar cervejas a ponto de conhecer muitos estilos, entender as características de cada um, para poder aplicá-las no casamento com comidas, saber reconhecer sabores, temperos, formas de cocção, sem ter preconceito com nenhuma delas, é essencial. É preciso compreender o alimento em todas as suas nuances, bem como as cervejas, pois mora nos detalhes uma boa harmonização. Por fim, experimentar o par – cerveja e comida – e ver se funciona bem no paladar”, completa Fabiana.

Já vimos e aprendemos, com a introdução à harmonização nos dois vídeos que foram ao ar no canal do Barba, que não é difícil harmonizar cerveja com um prato específico. No vídeo Introdução à Harmonização e também no Harmonização Frango Cervejeiro, Zito Cavalcante, especialista em comida cervejeira e chef do antirestaurante A Panela, mostra como é a harmonização para os iniciantes. Para ele não é regra, mas para começar recomenda experimentar comidas leves com cervejas mais leves, pratos mais marcantes com cervejas encorpadas e as sobremesas com cervejas mais adocicadas. A partir daí, diante da diversidade de estilos de cervejas, seus aromas e sabores, encaixar perfeitamente para uma experiência completa. Com suas sugestões a experiência será melhor e mais rica.

Não existe uma fórmula matemática

Segundo Leo Nascimento, gastrônomo, sommelier de cerveja e colunista aqui do Blog, as harmonizações podem ser por semelhança, que é quando as características da cerveja e do prato se assemelham; por corte, quando os elementos da cerveja limpam o paladar para a próxima garfada; ou por contraste, quando as diferenças entre a cerveja e o prato são ressaltadas. Embora as orientações de como harmonizar sejam feitas, convém frisar, como também disse Fabiana Arreguy, que apostar em uma fórmula matemática é um erro grave: “estamos lidando com elementos orgânicos e mutáveis”, diz. Experimentar diferentes estilos de cerveja com diferentes receitas pode ser surpreendente pelas novas possibilidades que surgem.

Agora que você já viu que harmonizar cerveja com diferentes pratos não é difícil, é hora de colocar a cabeça pra funcionar e testar suas ideias. Além de ser um experimento prazeroso, proporciona sensações maravilhosas! Já imaginou qual cervejaria combinaria com o seu prato predileto? Aquela receita que você queria testar, com qual cerveja você harmonizaria? Comente aqui pra gente como ficou.

Um abraço!

Por Márcia Guimarães

28.12.2015

Veja também

Comentários